Contador de visitas

Jesus lhe disse que qualquer que beber desta água do poço tornará a ter sede, mas aquele que beber da água que Ele dá nunca mais terá sede, porque a água que Ele dá se faz uma fonte de água que salta para a vida eterna.

ORAMOS E PORQUE O SENHOR NÃO RESPONDEU?

 

Interessante é que na maioria das vezes e nas horas de angústia e de vale é muito fácil esquecer que um dia recebemos a Jesus para ser Salvador e Senhor de nossas vidas e aí começamos a orar a Deus como se Ele fosse nosso servo e alguns têm a ousadia de querer manipular a vontade de Deus e usam termos de patrão e não de servos, tais como: “Eu determino a cura”, “Eu determino que restituas isto ou aquilo”; como diria a Florinda: “Oh! Coitado!”.

 

Se somos servos pela fé temos que crer sempre que a vontade de Deus é boa, agradável e perfeita. Se ele nos levou ao vale é porque Ele quer ser glorificado também ali no vale.

 

Continuando...

 

Caídos na mata, um do lado do outro, bati no peito do meu amigo e disse: “Você está pronto para se encontrar com Jesus agora?”

 

Lágrimas começaram a rolar daquele amigo fortão, poucos meses atrás deu baixa no exército após 10 anos de serviço, bem forte e musculoso. Aí pensei como Deus é interessante e as formas que age para atingir os propósitos DEle. Se apenas eu caísse, certamente este amigo me arrastaria para sair daquela mata e se por acaso apenas ele caísse, faria o mesmo. Mas Deus derrubou os dois fortões e nos levou juntos ao vale.

 

Ali em lágrimas, meu amigo começou a fazer a “última oração“. Deus me perdoe, mais de 10 anos estou longe do Senhor, Deus me perdoe não tenho sido um bom filho, não tenho sido um bom esposo, não tenho sido um bom pai...” Amém.

 

Quando ele disse amém dei um tapa no peito dele e disse: “Vamos embora o problema acabou este era o milagre que Deus queria fazer” Pergunto: Deus não poderia resolver isto no conforto da cidade ou em situações de menos risco, sim Ele é Deus e poderia, mas ali foi o lugar escolhido, num vale, na sombra da morte, lugar onde ele viu Deus face a Face.

 

Levantamos, andamos poucos metros, vimos um cipó mais um milagre, diante de tamanha seca e dissemos ali tem água. Com dificuldade e sem forças conseguimos cortar dois pedaços de cipó de uns 8 cm de diâmetro e dele saiu água, existe segredo para cortar o cipó, senão souber ele rouba toda a água, e este era nossa preocupação devido a lentidão ao cortá-lo. Ao lado vimos o outro cipó de uns 20 cm de diâmetro e decidimos cortar, e com muita dificuldade cortamos aquele cipó e usamos o saco plástico para aparar a água.

 

Bebemos, bebemos e decidimos levar em torno de 1 litro no saco para meu filho e o tio dele, não sabíamos qual era a situação deles. Deitamos naquele chão infestado de carrapatos para aguardar a água correr pelo organismo e após alguns minutos seguimos nossa caminhada e cerca de uma hora de caminhada sem cair ou vistas escurecerem ao descer a grota, vimos fumaça lá estava meu filho e o tio dele, com uma panela de feijão no fogo.

 

Ali cavaram uma cacimba de uns 20 cm de diâmetro da fundura de um braço e ali havia uns 15 cm de água. Logo que chegamos colocamos um litro daquela água no caldeirão e preparamos o soro caseiro o qual nos deu sustância. Aquela cacimba nos deu dezenas de litros de água. Deus é maravilhoso.

 

Ali dormimos após um bom banho com água daquela cacimba, após matar a sede e a fome. Ali glorificamos a Deus com muita gratidão. Na manhã seguinte o tio decidiu ir atrás das coisas que havíamos deixado e o amigo o seguiu e puderam recuperar as lembranças e os pertences.

 

Fica aqui minha gratidão a Deus que usou a vida do amigo para levar o tio o qual foi grande instrumento nas mãos de Deus, para nos ajudar, para cuidar do meu caçula e para prover alimento e água com a experiência vivida.

 

Hoje o meu amigo é um servo do Deus Altíssimo, foi batizado é membro de uma igreja evangélica em sua casa se reúne uma igreja e tem sido uma grande benção na Obra do Senhor e em nossas vidas, companheiro para todas as horas.

 

“Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, eu não temerei mau algum porque tu Senhor estás comigo” Uma coisa é ler e recitar este verso, outra coisa é estar vivendo a realidade deste verso.

Obrigado Senhor por cuidar de nossas vidas e de cada detalhe, se preciso for, estamos prontos a ir onde quiseres. Senhor pode contar conosco.

 

Vamos deixar de perguntar o porque, eu sei que muitas vezes ele nos perturba, mas vamos aceitar pela fé e podes crer, um dia saberemos o que hoje não entendemos e vamos ver que Deus estava certo, Ele nunca comete erros, ainda que venhamos a sofrer, junto Ele sempre estará.

 

Gratidão ao meu filho pela disposição em ir e mesmo diante de tamanha dificuldade não reclamou e foi uma benção. 

 

Será que Deus pode contar com você?

 

Glorifiquem ao Senhor que é merecedor de toda honra e glória