Contador de visitas

 

 

O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. João 10:10

LIDER DE GANGUE

 

Estava em uma comunidade ás margens do Rio Amazonas e por uma semana estive ensinando diariamente os recém convertidos, sobre adoção, regeneração, justificação, arrependimento, fé. Estávamos sentados em alguns bancos no quintal da casa de um irmão e o portão sempre aberto para que quem desejasse saber sobre o amor de Deus, também tivesse acesso.

 

Numa quinta-feira, ali juntos estudando a Palavra de Deus e o assunto que eu estava abordando era sobre a próxima vinda de Jesus, O qual virá como noivo, até as nuvens local onde receberá a sua noiva(Igreja) e juntos subirão até os céus onde haverá o casamento entre eles, mas antes do casório haverá o julgamento das obras de cada membro que compõe a noiva, esclarecendo que a noiva será composta pelos crentes de pentecostes até o dia do arrebatamento. Eu estava respondendo uma pergunta que havia sido feita por uma senhora.

 

Ali folhando a Bíblia, pedindo que anotassem os versos, peço a cada um que acompanha os estudos sempre Bíblia, papel e caneta, inclusive sempre levo comigo sobressalentes. Ouvidos ouvem, cérebro capta a informação e as mãos anotam a informação enviada pelo cérebro e os olhos lêem a informação no papel, forma muito eficaz de aprendizado.

 

Entrou por aquele portão um bêbado, mas imagine UM bêbado que mal se agüentava em pé e sentou-se. E de vez em sempre interrompia o estudo e dizia: “Ei (uma pausa) você aí (uma pausa), preste atenção no que o pastor está dizendo”. Dali a pouco, dizia: “Ei (uma pausa), pare de ficar prestando atenção neste cachorro, preste atenção no pastor”...não demorava muito: “Ei, prestem atenção (uma pausa), porque tudo que o pastor está falando é verdade”. Imagine você agora a forma de um bêbado falar, carregando bem as palavras.

Ali ele ficou aqui e acolá interrompendo, não o repreendi e nem o critiquei, apenas dizia que ele estava certo nas palavras.

 

Após o estudo eu o chamei a parte, desde que ele entrara já estava em espírito de oração por aquela vida, que o Espírito Santo ajudasse aquele rapaz a entender as palavras. Ele foi logo dizendo que ficou feliz em ver o amor nosso por ele, não o expulsamos dali e nem o repreendemos. Após 10 minutos de conversa ele estava entregando a sua vida a Jesus e minutos depois com as ações mostrando que verdadeiramente era um dos nossos. Liberto pelo sangue de Jesus.

 

Algumas provas do verdadeiro arrependimento e salvação foi demonstrado ainda no restante daquele dia pelo “Bebado arrependido”.

Primeira ação: Chamou a mãe, e a abraçou em prantos e pediu perdão pelas notes mal dormidas dela, pelas preocupações que ele dava e prometeu que dali em diante seria outro filho.

Segunda ação; Chamou a irmã e a abraçou lhe pedindo perdão.

Terceira ação: Andava com ele pela Comunidade quando então passamos por uma casa onde os amigos dele bebiam e “fumavam” e o chamaram para que ele se juntasse. Ele disse: “Não participo mais disto, agora sou crente”

Quarta ação: “Pastor todo mês preciso ir ao fórum de Santarém perante o juiz assinar um papel, vou pedir ao juiz que rasgue tudo e que me perdoe, pois agora sou crente.

Quinta ação: 15 dias após a conversão. Na viagem a Santarém para comparecer perante o juiz, ouvia-se no porão do barco alguém gritando, quando a irmã dele desceu ao porão para ver o que estava acontecendo, lá estava ele com a Bíblia aberta pregando sobre o amor de Deus aos demais passageiros.

 

No próximo dia, estávamos novamente sentados no mesmo local, continuando os estudos, quando olho; ele, o ex-bêbado, entra por aquele portão e desta vez sem a maldita cachaça em seu corpo e trás com ele outro rapaz. Ambos sentaram e começaram a acompanhar o estudo.

Quando vejo-o, ele dava cotoveladas na costela do amigo e dizia: “Ande logo, aceite a Jesus”, não contei, mas foram várias cotoveladas e várias vezes ele disse: “Ande logo, aceite a Jesus”. Finalmente o rapaz, pediu para aceitar a Jesus. Glória a Deus.

 

Um bêbado arrependido um dia após a conversão já estava levando pessoas até Jesus. Diga-me você que tem anos de banco de igreja, que é certinho, bonitinho, santinho quantos você tem levado a Jesus? O que você está fazendo da sua vida? Está investindo seu tempo e teus bens em que?

 

Em conversa com ele, fiquei sabendo que ele era o líder de uma gangue muito temido naquela região, já tinha matado 39 pessoas, tinha cumprido 9 anos de prisão, o rapaz que ele levou para encontrar a Jesus era seu braço direito na gangue. Louvem e glorifiquem a Deus.

 

Só tenho a dizer que compensa servir a Jesus mais e mais, compensa pois bênçãos produz, seja a senda da glória difícil demais, é prazer, sim, servir a Jesus. Ainda que as sombras nos venham cercar, e espinhos do mal nos possam magoar, compensa servir a Jesus com amor, embora a sofrer, em lutas e dor; o mestre com graça nos guarda e conduz.

 

Que este pequeno testemunho desafie nossos corações.