Contador de visitas

É o Senhor que faz crescer o pasto para o gado, e as plantas que o homem cultiva, para da terra tirar o alimento: o vinho, que alegra o coração do homem;
o azeite, que lhe faz brilhar o rosto e o pão, que sustenta o seu vigor.
Salmos 104:14-15

gallery/img_2161
gallery/img_2161

Na hora do culto pela manhã eu cochilava, na hora das aulas eu cochilava, sono era grande, resultado da alface que é rica em lactucina (calmante) além de ser rica em potássio e cálcio, mas não matava a fome, de jeito maneira, apenas enganava o estomago. E os dias foram passando, naquela semana tinha avaliações, provas e cadê a coragem de estudar, muita sonolência.

Na sexta feira quando estávamos no nosso 10º dia de alface, no culto matinal um pastor americano pregou com a ajuda de um interprete e durante a mensagem ele disse que Deus não permite nenhum filho Dele ficar desamparado ou padecer necessidade. Usou o texto de Salmos 37.25. “Jamais vi um justo desamparado ou a sua descendência mendigar o pão”.

Esta declaração é fiel e verdadeira, dizia ele, porque sempre o Espírito Santo vai avisar alguém do Corpo de Cristo que aquele justo precisa de socorro. O Espírito Santo nunca falha, nunca deixa de cumprir a missão que lhe foi confiada. Ele fica avisando pessoas redimidas pelo sangue do Cordeiro a socorrer algum necessitado. E se por acaso você está hoje padecendo necessidade, saibas e creia que não é falha do Espírito Santo e sim a culpa é da pessoa que Ele avisou, mas que se fez de surda e não foi obediente a Ordem Divina.

Achei muito bonita aquelas palavras, estava meio que cochilando mas naquele instante falei em espírito: Espírito Santo de Deus toque agora no coração deste pastor americano, para que ele supra a nossa necessidade hoje. O culto terminou, as aulas começaram e terminaram as onze horas e trinta minutos, Passamos no berçário para pegar nosso filho e fomos para casa. Colocamos o Filipe para dormir, dormia demais pois se folhas de alface nos causavam sono, imagine o chá da raiz. A Fofa foi para a lavandeira lavar as fraldas e eu cai na cama para dormir. As aulas da tarde começavam as 14 horas então tinha um tempo para continuar a dormir.

Estava no sono profundo e acordei com batidas na porta, Levantei dei uma esfregada na cara, passei a mão para ajeitar o cabelo, dei uma esticada na roupa amassada por estar dormindo e fui até a porta abrir. Exatamente o que você está pensando agora, Era o pastor americano que deixou quatro caixas em cima da nossa mesa. Fiquei travado e sem palavras, nem agradeci e nem consegui dizer nada. Ele foi embora. Corri no quarto acordei o Filipe e disse filho vamos agradecer a Deus logo, logo você terá o seu leite novamente.

Fui olhar as caixas, irmãos havia tudo, coisas que nem tínhamos como comprar, tinha até presunto que era comida de rico, tinha até bife, podem imaginar isto?. Frutas, verduras, três tipos de carnes, arroz enfim comida para um mês, sabão, sabonete, pasta dental e até xampu, acreditam? Sapequei um arroz, fritei dois bifes, fiz uma salada não de alface, arrumei a mesa e fui chamar a Fofa e disse tenho uma surpresa para você. Sério? Sim, é sério. Mas anjo eu preciso terminar, coloquei umas fraldas ao sol para quarar (sol tinha a missão de matar, pois nem sabão nós tínhamos) e assim que eu terminar irei. Não, largue tudo isto vai agora. Chegando a casa fechei o olho dela e abri a porta, ela disse: anjo que cheirinho bom. Quando ela viu a mesa posta, nos abraçamos e choramos agradecendo a Deus.

À noite fui até a casa onde o pastor estava hospedado, o abracei, agradeci e chorei. Perguntei: quem lhe falou que eu precisava de comida? O Espírito Santo me apontou você hoje de manhã na hora do culto. Testemunhei a situação que estávamos passando ele caiu em prantos e me abraçou tão forte que achei que quebraria minhas costelas. Eu disse a ele que naquela manhã tinha feito um teste com o Espírito Santo, pois estava me preparando para o ministério e queria ver até onde poderia confiar Nele, até onde eu poderia ir na certeza de que Ele cuidaria de mim. Ele respondeu: Jogue-se de um penhasco sem medo. Homem de Deus, Homem digno de ser chamado de Pastor, Homem que veio do outro lado do mundo para obedecer à voz do Espírito Santo.

Que lição para nossas vidas. Tantos ali do meu lado, tantos líderes, tantos colegas, mas foi alguém que jamais imaginei que conseguiu ouvir a voz do Espírito Santo. Portanto cuidado meu irmão, para não entristecer o Espírito Santo que habita em você, porque um dia você creu no evangelho da salvação e foi selado justamente para abençoar vidas.

Que este pequeno testemunho te abençoe.