Contador de visitas

Peça-a, porém, com fé, não duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento e lançada de uma para outra parte.

Tiago 1:6

gallery/img_2161
gallery/img_2161

Aguardei o dia clarear, fui até a padaria, comprei café, açúcar, leite, pão, margarina e passei um café e deixei a mesa pronta. Fui até o quarto, levei um cafezinho para a minha Fofa que ainda dormia e compartilhei a situação daquele casal, como estavam necessitados. Senti no coração o desejo ardente em dar toda o dinheiro que havíamos recebido no dia anterior, era tudo que tínhamos, descontando a compra que fiz o valor restante era de R$32,00. Perguntei para a minha Fofa se ela concordava em darmos tudo o que tínhamos como oferta para o casal e se ela acreditava que Deus poderia nos levar os 1.400 km até Minas com apenas aqueles 50 litros de Etanol no tanque. Ela disse: Anjo eu creio, pode dar. Peguei tudo que tínhamos e deixamos para aquele casal. Disse a minha esposa que não esquecesse de levar pelo menos uma garrafa de água, pois estava conosco o nosso caçula Joab Ferreira com seis anos de idade. Viagem longa de 15 horas ou mais, se prepare porque vamos sair as 4 da madrugada e vamos direto.
A noite chegou, aproveitamos para colocar as malas no carro, para não perder tempo pela manhã e lá pelas 22 horas nos despedimos do casal, agradecemos a hospedagem e fomos para o quarto, porque tínhamos uma longa estrada pela frente. Colocamos-nos de joelho ao lado da cama e nós oramos pedindo uma boa noite de sono, uma viagem abençoada e agradecemos as bênçãos recebidas naqueles dias e fomos dormir.
Estávamos num sono profundo quando escutei alguém batendo no portão, nosso quarto era o mais próximo. Acordei logo, mateiro como eu nem precisa bater muito, ouvido afinado. Passava da uma da manhã, fiquei até cismado em abrir o portão, que louco estaria querendo visitar àquela hora da madrugada. Portão é daqueles de garagem de folha, fechado e alto, abri a porta fui até lá e perguntei quem era. Aquela voz mansa e tranquila do Pastor Gerson Nogueira. O irmão Luiz me perdoe eu lhe acordar a esta hora da madrugada, mas eu tinha algo para lhe entregar e não consegui me aquietar, deitei para dormir, mas não consegui algo me dizia que eu deveria vir hoje mesmo. Minha esposa ainda falou que deixasse para entregar amanhã, mas algo me perturbava dentro de mim e que eu precisa era vir agora mesmo, então eu lhe trouxe e está neste envelope é uma pequena oferta que no culto de oração desta noite, alguém sugeriu da igreja levantar uma oferta para os irmãos. Que servo obediente à voz de Deus.
Agradeci a preciosa oferta, falei que se ele trouxesse pela manhã nós não estaríamos lá porque iríamos sair cedinho. Falei que foi o Espírito de Deus que acionou alguém naquele culto para sugerir a oferta. Falei que foi o Espírito de Deus que o inquietou e tirou o sono dele até que viesse nos entregar a oferta. Falei que não tínhamos nenhuma moeda para as despesas da viagem, mas que pela fé iríamos chegar em casa com apenas 50 litros de combustível. O abracei e nos despedimos.

Fechei o portão entrei e o sono não veio mais, acordei a Fofa e disse vamos pegar a estrada, carro é espaçoso e confortável e vocês poderão continuar dormindo. Temos 1.400 km e quanto mais cedo sair, mais cedo a gente chegará. Mostrei o envelope para ela e ela perguntou: Quanto tem? Não sei, vamos deixar para abrir na estrada, ela disse: você não está curioso? Não, não estou curioso, não tínhamos nada então qualquer trocado que esteja aqui dentro é lucro. Pegamos a estrada de depois de uns 50 km a Fofa abriu o envelope e lá havia exatamente dez vezes mais do que tínhamos dado, total de R$320,00. Glória a Deus? É gostoso confiar neste Meu Deus? Deus é incrível, não acham? Glorifique, exalte e comece a acreditar mais neste Meu Deus.

 

Viagem foi abençoada e chegamos naquela noite em casa, onde encontramos nossos filhos Filipe e Jaque Denelsbeck que ficaram sob os cuidados dos meus pais. Ficaram muito felizes com a benção.que Deus havia nos dado.

Meu irmão, quantas vezes o Espírito de Deus já tocou no teu coração para você abençoar alguém, mas você deixa para lá. Somos um corpo. Nunca se esqueça disto. Todos nós precisamos uns dos outros para que a Obra Missionária avance.

Que este pequeno testemunho abençoe teu coração.