Contador de visitas

Eis que eu envio um anjo adiante de ti, para guardar-te pelo caminho, e conduzir-te ao lugar que te tenho preparado.   Exodo 23.20

2008-2021 @ By Luiz Carlos Ferreira

contato@projetoribeirinhos.com.br

DEUS ENVIOU ANJOS

 

Como sabem temos uma Base missionária a 500 km de Santarém. Local onde Deus tem salvado castanheiros e nos usado para a Honra e Glória Dele. No igarapé que passa pela base já temos batizado várias almas.

Local foi construído com muitas lutas, sacrifícios e levei para me ajudar a dar um arranque na construção vários discípulos amados, um pastor que queria conhecer o trabalho e hoje é missionário aqui na Amazônia e um rapaz que hoje está no seminário preparando-se para melhor servir ao Senhor. Após este arranque na construção gastei mais três anos para concluir, tudo muito longe, tudo muito custoso para chegar até lá.

Por anos minha vida foi andar mais de 200 km a pé carregando tudo nas costas, subindo e descendo serras, atravessando rios e igarapés com água no pescoço, bebendo qualquer água que aparecia e comendo o que surgisse em meu caminho.

Mas Deus nos deu um local onde pudemos construir uma casa e até na porta o carro vai, sem mais precisar caminhar longas jornadas e sem precisar carregar a casa nas costas. Ali plantamos algumas coisas para nos ajudar na sobrevivência. Tínhamos Banana, Abacate, Manga, Goiaba, Cupuaçu, Graviola, Jambo, Ata, Laranja, Limão, Melancia, Milho, Macaxeira, Mandioca, Batata doce, Cara, Feijão, Arroz, Caju, Biriba e etc. Tínhamos uma boa criação de galinhas, as quais levávamos pra cidade pra vender e assim conseguir nosso combustível para a volta também vivemos ali do extrativismo coletando sementes de cumaru e óleo de copaíba e vendendo na cidade para ajudar no sustento.

Certa vez minha esposa e eu saímos da base e precisamos vir até a cidade de Santarém, resolver algumas coisas urgentes, Nossa base ficou abandonada por um bom período.

Certo dia alguém muito longe da nossa Base decidiu fazer uma fogueira. Ele estava próximo ao rio achei que tinha feito um fogo para assar algum peixe ou caça, mas aquele fogo saiu de controle e por muitos dias ficou queimando a mata, fogo se alastrou e destruiu o que tinha pela frente, queimou muitas castanheiras e afugentou muitos animais da região.

A nossa base estava bem na rota do fogo e certo dia oito castanheiros passando no alto da serra do Tombo de lá temos uma visão do infinito, viram aquela fumaça no caminho da nossa base e decidiram ir até lá para ver se salvavam algumas coisas e depois de percorrerem um longo caminho viram que o fogo já tinha chegado antes, mas quando se aproximaram da casa ficaram atônitos e fugiram.

Caminharam até encontrarem meu discípulo amado uns 50 km de distancia e relataram o que viram. Foram para apagar o fogo, mas ao chegarem ao local viram homens de branco ao redor da casa e sem saber quem eram fugiram assustados. Meu discípulo pegou a esposa e de moto foram até a nossa base e levaram uma máquina para filmar a situação E chegando lá ele disse: “Verdadeiramente estes missionários que moram aqui são especiais para Deus”.

Até este dia os familiares e amigos deste meu discípulo diziam: “Pare de andar com este missionário, você vai acabar na cadeia ele é totalmente louco”. Depois deste acontecimento, diziam: “Não largue mais o pé destes missionários, Deus é amigo deles”

O fogo destruiu toda a nossa plantação, queimou tudo em volta da casa, queimou as toras de massaranduba que eu tinha na varanda onde sentávamos para dar estudos, fogo passou por debaixo da casa, mas nem um fiapo de madeira da nossa casa queimou. Obrigado Senhor.

Deus mostrando que lá é o nosso lugar. Provou isto preservando a casa, e mesmo que a casa tivesse virado cinzas, Deus continuaria sendo Deus e nunca duvidaria eu da soberania Dele. Tudo em volta ficou destruído inclusive a ponte na frente de casa com enormes toras de massaranduba.

 

Continuem em oração por nós. Que este pequeno testemunho alegre teu coração.